You are currently viewing Importando OVA para o Proxmox VE

Importando OVA para o Proxmox VE

OVA é um dispositivo virtual, pronto para ser executado em um hipervisor. Com um arquivo OVA, você pode importar a imagem para o VirtualBox, VMWare, etc. e todas as informações necessárias são carregadas do arquivo e você pode iniciar a VM. Isso funciona desde que seu hipervisor seja capaz de ler um arquivo OVA. O Proxmox não é compatível com OVA e você não pode usar a imagem fora da caixa. Não é possível ler a definição de VM fornecida. Como um arquivo OVA contém o disco VM, você pode adicionar o disco a uma VM.

Primeiro, crie uma nova definição de máquina virtual no Proxmox. Você vai importar a imagem de disco do arquivo ova, não a definição da máquina virtual. Portanto, você deve primeiro criar uma VM, isso cria as informações necessárias no Proxmox e, em seguida, você está adicionando um disco a esta VM.

As etapas gerais para adicionar imagem OVA ao Proxmox são:
1 – Criar VM
2 – Excluir disco asociado
3 – Importar OVA
4 – Atribuir OVA para VM

Crie uma nova definição de VM

No Proxmox, adicione uma nova VM. Observe o ID da VM. Você precisará disso mais tarde, ao importar o disco OVA.

Vá até o assistente para criar uma nova VM normal.

Parece que você tem que adicionar um disco. O disco será excluído posteriormente, a configuração inserida aqui não é importante.

Vou usar uma CPU com 2 núcleos.

Estou usando a VM para EVE-NG, portanto vou usar um pouco mais de RAM: 12 GB de RAM no total.

Depois de passar pelo assistente, a definição de VM está pronta e você pode deixar que o Proxmox crie a VM.

A nova VM aparecerá na lista de VMs disponíveis em seu servidor. Observe o ID: 101 e os locais de armazenamento disponíveis.

Excluir disco associado

Abra a configuração da VM e vá para Hardware. O disco que você adicionou no assistente é listado. Este disco deve ser removido.

Remova o disco
1 – Desanexar da VM

Selecione o disco e clique em Desanexar. O estado do disco mudará para não utilizado.

2 – Remover o disco da VM

Depois que o disco for desanexado, remova-o da VM. Isso excluirá o arquivo do disco.

Importar OVA

A próxima etapa é importar o disco OVA e atribuí-lo à VM. Como Proxmox usa LVM para gerenciar seu armazenamento, uma ferramenta fornecida deve ser usada para importar o disco para LVM e atribuí-lo à VM. Copie o arquivo ova para o servidor Proxmox. Descompacte o arquivo OVA. OVA é um arquivo zip, você pode simplesmente descompactá-lo para ver seu conteúdo. Ele contém a definição de VM (ovf) e o disco vm (vmdk).

tar -xzvf hxexsa.ova

Para importar a imagem, você precisa especificar a VM e o local para onde o disco é importado. Essas informações estão disponíveis no Proxmox. Você pode ver uma lista ao olhar para o servidor no menu à esquerda. Vou usar local-lvm e VM HXE com id 101.

$ qm importdisk 101 hxexsa-disk1.vmdk local-lvm -format qcow2

Isso inicia o processo de importação. Basicamente, o arquivo vmdk é copiado para o armazenamento local-lvm. Após o término da importação, o disco é listado no Proxmox.

Atribuir OVA para VM

O disco agora está disponível no Proxmox e adicionado à VM, mas não pode ser usado. O disco deve ser atribuído à VM. Para fazer isso, abra a definição de VM e vá para hardware.

Clique em Editar.

Aqui você pode especificar como o disco é acessado pela VM. SCSI deve funcionar. Se você receber erros, tente IDE, etc. Como resultado, o disco é adicionado à VM e pode ser usado.

Nota: SAP HANA Express Edition

Para fazer o disco enviado com SAP HXE funcionar, tive que usar SATA, não SCSI.

Adicione o disco como SATA.

Certifique-se de que a ordem de inicialização esteja definida como SATA.

Iniciar o servidor agora deve funcionar e você deve ver a caixa de diálogo de configuração.

DICA EXTRA PARA O EVE-NG

Ivan Junior

Trabalho atualmente como Administrador de Redes em um Provedor de Internet no interior da Bahia.

Deixe um comentário